Audi e-tron > Audi e-tron > Audi Portugal - Na vanguarda da técnica
  • stage_exterior_front.jpg
Audi e-tron

O elétrico agora é Audi.

Um Audi totalmente elétrico já não é uma visão do futuro. Já conseguimos vê-lo! O Audi e-tron foi apresentado no Salão Internacional do Automóvel (IAA) de Frankfurt (IAA), em 2015, e exibia uma semelhança realista de um SUV desportivo puramente elétrico da categoria de luxo. E, no início de 2019, a Audi lançará no mercado um SUV desportivo elétrico da classe de luxo, depois de ter revelado na edição 2018 no Salão de Genebra um protótipo muito próximo da versão final. Nessa altura, começou a circular uma frota de 250 unidades camufladas que percorrerá milhões de quilómetros, até ao lançamento definitivo no início de 2019. O modelo de produção foi apresentado a 17 de setembro de 2018 em São Francisco, sendo que as primeiras unidades chegarão a Portugal no início de 2019.

Os números do e-tron

Aceleração dos 0 ao 100 km/h

4.6

segundos

Velocidade máxima

210

km/h

Potência (até)

370

kW

A tecnologia do amanhã.

Três motores elétricos - um para o eixo dianteiro e dois para o eixo traseiro – asseguram a potência suficiente para elevadas prestações. A potência total do veículo é de 320 kW (435 cv) e pode chegar mesmo a 370 kW (503 cv), em boost. Com mais de 800 Nm de binário máximo, o Audi e-tron acelera de 0 a 100 km/h em apenas 4,6 segundos e alcança rapidamente uma velocidade máxima limitada eletronicamente a 210 km/h.

A assinatura luminosa do e-tron.

O Audi e-tron produz as principais funções de iluminação com tecnologia Audi Matrix laser, o passo evolutivo seguinte na tecnologia de faróis para automóveis. O feixe de luz dos faróis Audi Matrix laser divide-se em pequenos pixéis que iluminam a estrada de forma precisa e em alta resolução. A seção inferior frontal incorpora a marcante assinatura luminosa composta por cinco elementos luminosos, em cada lado. Cada um deles combina uma unidade de iluminação LED com um elemento OLED (Organic Light Emitting Diode) bastante plano. Estes elementos OLED emitem uma luz homogénea, podem variar de intensidade e podem representar diferentes cenários luminosos. A utilização da tecnologia Audi Matrix laser OLED na parte dianteira do Audi e-tron é uma novidade mundial e representa a filosofia da Marca “Na vanguarda da técnica” no capítulo da iluminação automóvel.

Simplificado.

O desenho exterior do Audi e-tron tem uma personalidade própria. O perfil lateral estende-se também ao longo da porta da bagageira o que lhe transmite um desenho único. Ao longo desta linha está uma faixa de luzes em LED que une os faróis traseiros, destacando a largura do veículo. À semelhança dos faróis dianteiros, na seção traseira também estão estruturados em duas zonas. Na parte superior encontramos nove grupos OLED planos que assumem as funções de iluminação traseira; em baixo existem outros três dispostos de forma escalonada.

A aerodinâmica

Num automóvel puramente elétrico, a aerodinâmica é fundamental. A autonomia superior a 400 quilómetros (no ciclo WLTP) que oferece o Audi e-tron é também possível devido ao novo design, muito orientado pelos princípios da aerodinâmica. Com um coeficiente aerodinâmico extremadamente baixo de Cx 0,25, este SUV desportivo “corta” o vento com grande facilidade, suavidade e eficácia. Com um comprimento de 4,88 metros, uma largura de 1,93 metros e uma distância entre eixos de 2,91 metros, o Audi e-tron situa-se entre o Audi Q5 e o Audi Q7. A altura, de 1,54 metros, é claramente menor que a destes dois modelos de série. O tejadilho em vidro é especialmente baixo, a linha dotejadilho desce acentuadamente, os pilares D mantêm-se planos; a arquitetura do veículo assemelha-se com a de um coupé.