1300x551_Audi-Valvelift.jpg


Audi valvelift

Maior potência e binário, combinados com menor consumo de combustível - isto é o que qualquer engenheiro automóvel se esforça por conquistar. O sistema Audi valvelift (AVS) aproximou a Audi deste objetivo.

A Audi utiliza duas versões desta inovadora tecnologia. Nos motores V6 FSI com 2,8 e 3,2 litros de cilindrada, o sistema atua sobre as válvulas de admissão. Neste caso, regula a quantidade do ar de admissão e controla a abertura das válvulas de forma variável, em duas fases. O acelerador pode ficar completamente aberto. As perdas de aceleração (eficiência reduzida), quando o ar é aspirado contra a resistência do acelerador fechado, são largamente eliminadas. O motor consegue respirar livremente, obtendo mais potência e binário a par com consumos de combustível mais baixos..
No motor 2.0 TFSI, o sistema Audi valvelift atua do lado do sistema de escape. Por meio de uma temporização específica da válvula, a quantidade do ar admitido nos cilindros pode ser significativamente aumentada através do turbocompressor, em especial nos regimes de rotação mais baixos. Tal é possível porque os gases de escape são expelidos mais rapidamente e o fluxo para o turbocompressor é melhorado. Tudo isto resulta num maior binário, numa resposta ainda mais dinâmica e, por conseguinte, no aumento substancial da potência de tração. Deste modo, o sistema contribui para aumentar significativamente o prazer de condução. Além disso, o sistema Audi valvelift permite transições de mudanças mais longas, possibilitando assim uma redução considerável no consumo de combustível.
Portugal – País do quattro® 320x210_Loq-Teaser_02_v2.jpg

A experiência quattro® online